TestAju: programa fará testagem da Covid-19 em 12 bairros aracajuanos

0
O lançamento do programa aconteceu na manhã desta segunda-feira, 10 (Foto: Ana Lícia Menezes)

No início desta segunda-feira, 10, a Prefeitura de Aracaju lançou o TestAju, um programa desenvolvido em parceria com a Secretaria Municipal de Aracaju (SMS) para realizar testes da Covid-19 entre os moradores dos bairros que registram o maior número de óbitos. Com quatro equipes compostas por um enfermeiro e quatro técnicos de enfermagem, a iniciativa realizará 1200 testes do tipo RT-PCR diariamente, totalizando 3.600 testes por semana.

Numa live realizada durante o lançamento do programa, o prefeito Edvaldo Nogueira destacou a importância do TestAju para evitar uma segunda onda do coronavírus em Aracaju. “À medida que buscamos as pessoas e fazemos a testagem para determinar que elas fiquem em quarentena evitamos que elas saiam de casa e contaminem outras, inclusive no caso dos assintomáticos”, diz ele.

De acordo com Edvaldo, as atividades do programa serão iniciadas ainda nesta segunda nos bairros Santos Dumont, Farolândia, 17 de março e Capucho. Nos próximos dias as testagens seguem nos bairros Cirurgia, Jardim Centenário, 18 do Forte, Jabotiana, São Conrado, Olaria e Bugio. “As visitas ocorrerão sempre às segundas, quartas e sextas. Estaremos em 12 bairros por semana e em um mês toda a cidade de Aracaju será contemplada”, disse.

A testagem será feita após a distribuição de senha, que será realizada de maneira aleatória entre as casas dos bairros escolhidos. Segundo o prefeito, a estratégia é fundamental para evitar aglomerações. “As casas serão escolhidas previamente para evitar a formação de filas e as pessoas com as senhas farão os testes”, explicou. Aqueles que testarem positivo serão acompanhados pelo MonitorAju e os seus familiares também farão as testagens.

Durante a transmissão, o prefeito ressaltou a importância de respeitar as regras de isolamento social, mesmo com a atual redução da letalidade entre os casos da doença. “Agora a doença está fazendo um declínio, mas precisamos que as pessoas respeitem as regras de isolamento social e ainda assim teremos a possibilidade do vírus se propagar e por isso estamos lançando esse programa”, afirmou.

por Juliana Melo 

Comentários